e-mail

esqueceu a senha

resultado de exames

relação de exames

O Laboratório São Lourenço desenvolveu uma relação completa de procedimentos para você obter informações sobre seu exame, de como ele é realizado e instruções corretas de jejum e coleta (modificar o texto)

HEPATITE B – TESTE DE RESISTENCIA AOS ANTIVIRAIS [HB-RAV]

Exame [mnemônico]

HEPATITE B - TESTE DE RESISTENCIA AOS ANTIVIRAIS [HB-RAV]

Material [mnemônico]

Condições

- Soro ou plasma (EDTA).

Tempo de jejum

Questionário

Comentários

Palavras chaves Mutação YMDD Teste de Resistência a Lamivudina HBV teste de resistência aos antivirais Instruções - É necessário uma carga viral suficiente para a realização do teste, maior ou igual 1000 UI/mL realizada nos últimos 30 dias. - Resultados positivos de PCR qualitativo para HBV não são suficientes para realização do teste. - Este exame não corresponde à Genotipagem para HBV. Coleta - O sangue deve ser colhido em tubo a vácuo ou seringa estéril. - Se o material for soro, deixar o sangue coagular em temperatura ambiente durante 20 minutos. - Centrifugar a 1500 g (força G centrífuga), por 10 minutos. A conversão de força centrífuga relativa G para RPM depende do raio da centrífuga (verificar tabela abaixo). - Aliquotar assepticamente 1,0 mL de soro ou plasma em frasco estéril (kit PCR). - Congelar imediatamente. - Tabela de relação raio da centrífuga e velocidade de centrifugação: .| 7 cm | 4378 rpm| |17 cm | 2809 rpm| .| 8 cm | 4095 rpm| |18 cm | 2730 rpm| .| 9 cm | 3861 rpm| |19 cm | 2657 rpm| .|10 cm | 3663 rpm| |20 cm | 2590 rpm| .|11 cm | 3492 rpm| |21 cm | 2528 rpm| .|12 cm | 3344 rpm| |22 cm | 2470 rpm| .|13 cm | 3213 rpm| |23 cm | 2415 rpm| .|14 cm | 3096 rpm| |24 cm | 2364 rpm| .|15 cm | 2991 rpm| |25 cm | 2317 rpm| .|16 cm | 2896 rpm| . Unidades Hermes Pardini: - Colher em tubo com gel separador e não abrir o tubo. Comentários Teste indicado para avaliação do paciente que não está respondendo ao tratamento com a Lamivudina, ajudando a guiar possíveis decisões terapêuticas contra o HBV. O surgimento de mutações no gene da DNA polimerase do HBV levam à resistência a estes anti-virais, permitindo o reaparecimento do DNA do virus no soro, principalmente em indivíduos submetidos a uma terapia prolongada. As mutações associadas à resistência ao tratamento anti-viral são: . Mutacao L528M: a substituição do aminoácido leucina (L) pela metionina (M) na posição 528 na proteína da DNA polimerase leva à redução de 18 vezes da sensibilidade à Lamivudina. . Mutação na região YMDD da DNA polimerase (posicao 552): Mutação M552V, a substituição da metionina (M) pela valina na posição 552, leva a uma redução de 150 a 300 vezes da sensibilidade a Lamivudina. . Mutação M552I: a substituição da metionina (M) pela isoleucina (I) na posição 552 está relacionada com uma resistência à Lamivudina bastante acentuada, com redução de cerca de 10.000 vezes da sensibilidade.