e-mail

esqueceu a senha

resultado de exames

relação de exames

O Laboratório São Lourenço desenvolveu uma relação completa de procedimentos para você obter informações sobre seu exame, de como ele é realizado e instruções corretas de jejum e coleta (modificar o texto)

FIBRILARINA, ANTICORPOS ANTI [FIBRIL]

Exame [mnemônico]

FIBRILARINA, ANTICORPOS ANTI [FIBRIL]

Material [mnemônico]

SANGUE [S]

Condições

- Soro.

Tempo de jejum

Questionário

Comentários

Palavras chaves FIBRILARINA, ANTICORPOS ANTI U3-RNP Coleta Colher sangue em 1 tubo de 4 mL, com gel separador. - Aguardar 30 minutos. - Centrifugar a 2200 g por 10 minutos a 18 ºC - Aliquotar 1 mL de soro em tubo plástico de 4 mL estéril. Comentários Detectada exclusivamente no nucléolo e no corpo de Cajal, a fibrilarina é uma proteína de 34 kDa que representa o principal componente protéico do complexo U3-RNP nucleolar, o qual tem participação no processamento de RNA ribossomal recém-transcrito. - Os anticorpos antifibrilarina são marcadores diagnósticos de esclerose sistêmica, ou esclerodermia. Mais freqüentes em negros, apresentam associação com hipertensão pulmonar, miopatia e envolvimento do intestino delgado. - Esses anticorpos ocasionam um padrão de fluorescência peculiar, caracterizado por coloração grumosa do nucléolo e coloração tênue pericromossômica em células em metáfase. O encontro desse padrão e da reatividade contra a proteína de 34 kDa é próprio de sua presença. Alguns indivíduos apresentam anticorpos que reconhecem apenas epítopos conformacionais, ou seja, que estão presentes apenas na forma nativa da fibrilarina e, esses casos, o método de Western Blot não consegue detectar.