PESQUISA ENTEROBACTERIA RESISTENTE CARBAPENEMICOS [CT-CRE]

PESQUISA DE MUTACAO NO GENE C-KIT [CKIT]
Maio 3, 2018
PESQUISA MOLECULAR DE CROMOSSOMO X-FRAGIL [FRAGIL]
Maio 3, 2018
Ver todo o Blog

Exame [mnemônico]

PESQUISA ENTEROBACTERIA RESISTENTE CARBAPENEMICOS [CT-CRE]

Material [mnemônico]

DIVERSOS [DIV]

Condições

Tempo de jejum

Questionário

Comentários

Palavras chaves CRE Resistência a carbapenêmicos Imipenem Meropenem Cultivo na presença de carbapenêmicos, seguido de teste de sensibilidade a imipenem e meropenem. Comentários A resistência a carbapenêmicos em Enterobactérias pode ocorrer quando a enterobactéria adquire uma carbapenemase (enzima capaz de inativar os carbapenêmicos) ou quando a bactéria produz uma cefalosporinase (enzima beta-lactamase tipo AmpC ou ESBL) associada à perda de porinas. Pacientes podem estar colonizados por bactérias resistentes a carbapenêmicos em concentrações que não são detectáveis por este teste (inferior a 102 UFC/mL). A identificação de indivíduos portadores de bactérias resistentes a carbapenêmicos é importante para a prevenção de infecções, principalmente no ambiente hospitalar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

(33) 9 8877-7788