P.P.D. 2 UT – REACAO [PPD]

OOGRAMA [OOG]
Abril 14, 2018
QUEBRAS CROMOSSOMICAS – PESQUISA [PQC]
Abril 14, 2018
Ver todo o Blog

Exame [mnemônico]

P.P.D. 2 UT – REACAO [PPD]

Material [mnemônico]

REACAO INTRADERMICA [R.I]

Condições

Tempo de jejum

Questionário

– Resposta afirmativa (sim) para a primeira questão contra-indica, em definitivo, a aplicação do teste intradérmico em nosso serviço. – Resposta afirmativa (Sim) para a segunda questão, relacionada a vacinas, condiciona a realizaçãodo teste de PPD somente 30 dias após a vacinação. 1) Esta grávida ? 2) Foi imunizado(a) com alguma das seguintes vacinas ha menos de 30 dias: BCG, rubeóla, sarampo, caxumba, varicela ou febre amarela? 3) Fez teste PPD há menos de 30 dias?

Comentários

Palavras chaves PPD Tuberculina purificada Teste intradermico Mantoux Reação intradérmica para tuberculose Mycobacterium tuberculosis Coleta – PPD: 2 UT 0,1 mL. – A injeção realizada corretamente deve ser seguida pela formação de pequena pápula pálida com aproximadamente 10 mm de largura, que se mantém por 10 minutos. – Não diluir em hipótese alguma. – A técnica utilizada deverá ser rigorosamente asséptica para que a sua validade seja de no máximo 4 semanas. Comentários É um teste intradérmico utilizado para avaliação da exposição ao Mycobacterium tuberculosis e da imunidade celular. Também pode ser utilizado para avaliar a resposta à vacina contra a tuberculose (BCG), embora não seja indicada de forma indiscriminada para esse fim. O PPD é uma proteina purificada derivada. O uso da tuberculina bruta (OT) e provas seriadas com diluições não mais são indicadas. A interpretação do PPD baseia-se no diâmetro do nódulo após 72 horas e deve ser criteriosa. Um resultado positivo nunca deve ser considerado diagnóstico de doença. Por outro lado, a reação negativa não afasta totalmente a possibilidade de infecção pelo M. tuberculosis. Aproximadamente 10% das crianças imunocompetentes com doença documentada por cultura não reagem inicialmente ao PPD. Nas pessoas vacinadas com BCG, temos dificuldades na sua interpretação, uma vez que a vacina pode positivá- lo. A reação cruzada com outras micobacterias pode determinar resultado falso-positivo. A repetição de testes em curto espaço de tempo pode amplificar (efeito booster) as reações subsequentes, transformando em reatores fortes os indivíduos inicialmente pouco reatogênicos. Considera-se, assim,viragem tuberculínica elevações acima de 8 a 10 mm entre dois testes. Resultados falso-negativos podem ocorrer em infecções iniciais (positiva-se após 10ª semana de infecção), imunodepressão (desnutrição, doença grave, uso de corticóides e imunodepressores, vacinas de vírus vivos, sarcoidose, blastomicose, SIDA, neoplasias, rubéola, sarampo, escarlatina), gravidez, senilidade, xerostomia e desidratação. Nas formas graves de tuberculose e na tuberculose pleural o PPD pode estar suprimido e retornar ao normal após inicio do tratamento. Alguns pacientes podem apresentar queda e desaparecimento da reação com o decorrer do tempo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

(33) 9 8877-7788