OSTEOCALCINA [OSTEO]

OSMOLALIDADE [OSMOL]
Maio 3, 2018
OVARIO, ANTICORPOS ANTI [OVARIO]
Maio 3, 2018
Ver todo o Blog

Exame [mnemônico]

OSTEOCALCINA [OSTEO]

Material [mnemônico]

Condições

– Soro ou plasma EDTA.

Tempo de jejum

Questionário

Comentários

Palavras chaves Proteina Gla Ossea BGP Comentários A osteocalcina (OC) é uma proteína da matriz óssea produzida pelos osteoblastos. Na formação da matriz óssea, 10% a 40% da OC sintetizada é liberada na circulação. Possui meia-vida de cinco minutos, sofrendo hidrólise no fígado e depuração renal. Ensaios não são padronizados e diferentes anticorpos reconhecem diferentes fragmentos da OC. Os fragmentos amino-terminais (20-49aa) e a forma intacta são os mais abundantes no plasma. A osteocalcina é bastante instável in vitro, sendo que a OC intacta é rapidamente hidrolisada a temperatura ambiente e mais lentamente a 4 ºC. Está reduzida em soros lipêmicos devido a sua ligação aos lípides. Sua liberação tem ritmo circadiano, sendo que entre o pico (4h) e o nadir (17h) a diferença pode chegar a 30%. Deve-se ainda considerar variações no periodo menstrual (mais alta na fase lútea) e genéticas (ate 40%). Na osteoporose pós-menopausa encontramos valores iguais, elevados ou reduzidos em relação aos controles normais. Níveis de OC estão elevados na Doença de Paget, hiperparatireoidismo primário e insuficiência renal. Níveis são mais altos em crianças, e homens apresentam valores mais elevados do que as mulheres. Diminuição dos níveis ocorre no hipoparatireoidismo e no hipotireoidismo. Valores reduzem no tratamento da osteoporose.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

(33) 9 8877-7788