MICOPLASMA, PCR [MCPPCR]

MICOBACTERIAS, IDENTIFICACAO [M-I]
Maio 3, 2018
MICROALBUMINURIA [M-ALB]
Maio 3, 2018
Ver todo o Blog

Exame [mnemônico]

MICOPLASMA, PCR [MCPPCR]

Material [mnemônico]

DIVERSOS [DIV]

Condições

Tempo de jejum

Questionário

Comentários

Palavras chaves DST-PCR Mycoplasma hominis Mycoplasma genitalium Instruções – Urina 1º jato: colher preferencialmente no laboratório a 1ª urina da manhã. Fazer higiene da genitália com água e sabão, secar, e coletar o 1º jato de urina em frasco estéril. – Coleta uretral: colher preferencialmente pela manhã sem urinar, ou com retenção urinária de 4 horas. – Coleta de secreção vaginal e endocervical: . A paciente não deverá ter feito ducha vaginal nas 24 horas anteriores ao exame; . Não fazer uso de desinfetantes ou medicações tópicas (caso estiver, aguardar 48 horas após o término); . Não manter relação sexual nas últimas 24 horas anteriores ao exame; . Não deve ter feito exame ginecológico com o uso de iodo ou ácido acético nas últimas 24 horas; . Não estar menstruada (caso estiver, aguardar 48 horas após o término da menstruação). Comentários Além de agente causador de uretrite, o M. genitalium tem sido implicado em uretrite crônica, doença inflamatória pélvica e doenças articulares. Embora o M. hominis também possa ser encontrado no trato urogenital de pacientes saudáveis, tem sido cada vez mais implicado na patogênese de infecções urogenitais. Estudos experimentais e clínicos associam o M. hominis com pielonefrite aguda, estando presente em até 10% doscasos. Possui forte associação com vaginose bacteriana, estando presente em 2/3 dos caso. Da mesma forma, diversos estudos o correlacionam com doença inflamatória pélvica e febre puerperal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

(33) 9 8877-7788