IMUNOFIXACAO [IMUFIX]

IMUNOFIXACAO URINA RECENTE [FIX]
Maio 2, 2018
IMUNOGLOBULINA D [IGD]
Maio 2, 2018
Ver todo o Blog

Exame [mnemônico]

IMUNOFIXACAO [IMUFIX]

Material [mnemônico]

URINA DE 24 HORAS [U-24]

Condições

– Urina 24 horas.

Tempo de jejum

Questionário

Comentários

Instruções – Refrigerar a urina desde o início da coleta. – Não fazer esforço físico durante a coleta. – O cliente deve manter sua rotina diária. – Não é necessário aumentar a ingestão de líquidos, exceto sob orientação médica. Comentários Quando paraproteínas são detectadas na eletroforese de soro, urina ou líquor, devem ser classificadas pela imunofixação. As imunoglobulinas monoclonais, também chamadas de paraproteínas ou Proteínas M, derivam de uma única linhagem de células plasmáticas que podem produzir altas concentrações de um único anticorpo monoclonal que aparece como uma linha estreita na eletroforese (ex.: mieloma múltiplo, macroglobulinemia de Waldestrom, amiloidose, gamopatia monoclonal de significado indeterminado). A imunofixação, que substitui a técnica de imunoeletroforese por ser mais sensível e rápida, combina as técnicas de eletroforese e imunoprecipitação. Após a separação das proteínas séricas por eletroforese, anti-soro (contra IgA, IgG, IgM, cadeia leve Kappa e Lambda) é colocado sobre as frações separadas. As proteínas não precipitadas são lavadas e o imunoprecipitado é a seguir corado. A presença de proteína M é caracterizada na imunofixação pela presença de uma banda bem definida associada com uma classe de cadeia pesada (IgM, IgG ou IgA) e banda de mesma mobilidade que reage com cadeia kappa ou lambda. Este método tem grande aplicação na identificação de proteínas M presentes em pequenas quantidades, que são difíceis de detectar por outros métodos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

(33) 9 8877-7788