HISTOPLASMA, DETECCAO ANTIGENO URINARIO [HIS-AG]

HISTOPLASMA CAPSULATUM, ANTI [HISTOP]
Abril 30, 2018
HIV 1 E 2 PESQUISA – DUAS METODOLOGIAS [HIV-2T]
Abril 30, 2018
Ver todo o Blog

Exame [mnemônico]

HISTOPLASMA, DETECCAO ANTIGENO URINARIO [HIS-AG]

Material [mnemônico]

URINA [U]

Condições

– Urina recente.

Tempo de jejum

Questionário

Comentários

Palavras chaves Histoplasma, detecção antígeno urinário Histoplasmose Instruções – Fazer higienização da genitália com água e sabão neutro, antes de efetuar a coleta da urina. Comentários A histoplasmose trata-se de infecção endêmica causada pelo fungo dimórfico Histoplasma capsulatum var. capsulatum. A maioria dos casos agudos de infecção é subclínica e benigna em hospedeiros imunocompetentes. No entanto, quadros clínicos graves são vistos em pessoas gravemente imunossuprimidas, crianças com menos de 2 anos, idosos e pessoas expostas a grande inóculo. Com o surgimento da infecção pelo HIV, a histoplasmose ressurgiu e casos de doença disseminada tornaram-se mais freqüentes. A infecção primária é adquirida através da inalação de microconídias. Os pulmões são, portanto, o sítio mais freqüentemente afetado e doença pulmonar crônica pode ocorrer, muitas vezes simulando a tuberculose. Como o fungo pode permanecer viável dentro de granulomas após a infecção autolimitada (muitas vezes assintomática), o comprometimento do sistema imune pode reativar focos previamente inativos. Os ensaios para detecção de antígenos na histoplasmose são superiores aos exames de detecção de anticorpos. Durante a infecção pelo H. capsulatum, o antígeno é liberado pelas células fúngicas e detectado em fluidos corporais como soro (sangue), líquido pleural, lavado broncoalveolar, líquor e urina. A detecção do antígeno pode ser particularmente útil nos quadros mais graves, especialmente em indivíduos infectados com o HIV, que freqüentemente tem a forma disseminada da histoplasmose e não produzem anticorpos detectáveis. A detecção do antígeno apresenta sensibilidade maior que 90% na urina e maior que 80% no soro em pacientes com histoplasmose disseminada. Em geral, os pacientes com histoplasmose disseminada têm níveis elevados de antigenúria e este parâmetro pode ser útil para monitorar a resposta ao tratamento. Resultados falso-positivos de testes de detecção do antígeno podem ocorrer em pacientes com paracoccidioidomicose.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

(33) 9 8877-7788