EPSTEIN BARR IgG – ANTICORPOS [EP-BRG]

EPIDERMOLISE BULHOSA – EXONS 73-76 GENE COL7A1 [COL7A1]
Abril 29, 2018
EPSTEIN BARR IgM – ANTICORPOS [EP-BR]
Abril 29, 2018
Ver todo o Blog

Exame [mnemônico]

EPSTEIN BARR IgG – ANTICORPOS [EP-BRG]

Material [mnemônico]

SANGUE [S]

Condições

– Soro.

Tempo de jejum

Questionário

Comentários

Palavras chaves Viral Capsid Antigen Anti VCA Anticorpos Anti-EBV Anticorpos anti EBV Antigeno do Capsideo Viral Mononucleose Infecciosa Comentários O vírus Epstein Barr (EBV) é o principal agente da Mononucleose Infecciosa (MI). Também tem sido relacionado com neoplasias (ex.: desordens mieloproliferativas, linfomas). Dos anticorpos contra antígenos específicos do EBV, os que agregam maior valor diagnóstico são os contra o capsídeo viral (VCA), com sensibilidade de 95% a 100% e especificidade de 86% a 100% nos episódios de mononucleose aguda. Anticorpos anti-VCA IgM e IgG tornam-se rapidamente positivos em 1 a 2 semanas de infecção. A presença de IgM anti-VCA usualmente indica infecção aguda pelo EBV. Entretanto, infecção aguda por outros herpes vírus, podem causar produção de IgM anti-VCA por células que apresentam infecção latente pelo EBV. Falso-positivos de IgM anti-VCA também são citados em outras infecções recentes (toxoplasmose, adenovírus) e na presença de auto-anticorpos. Nos quadros de reativação, a IgM anti-VCA pode ser negativa. Falso- negativos podem ocorrer devido à natureza transitória do IgM. O IgM anti-VCA persiste por 4 a 8 semanas. Anticorpos IgG anti-VCA surgem na fase aguda, tem pico em 2 a 4 semanas, persistindo por toda a vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

(33) 9 8877-7788