DNA NATIVO, AUTO-ANTICORPOS ANTI [AADNA]

DISTROFIA MUSCULAR OCULOFARINGEA [OCULOF]
Abril 29, 2018
DOENCA MCARDLE – SEQUENCIAMENTO NO GENE PYGM [PYGM-S]
Abril 29, 2018
Ver todo o Blog

Exame [mnemônico]

DNA NATIVO, AUTO-ANTICORPOS ANTI [AADNA]

Material [mnemônico]

SANGUE [S]

Condições

– Soro.

Tempo de jejum

Questionário

Comentários

Palavras chaves Teste da Crithidia DS DNA, DNA nativo Anti DNA de Dupla Hélice Anti DNA Dupla Fita quantitativo Crithidia luciliae Comentários Auto-anticorpos contra dsDNA são encontrados em cerca de 40 a 70% dos pacientes com lupus eritematoso sistêmico (LES) ativo. Sua presença está relacionada com maior probabilidade de acometimento renal. O ds- DNA é encontrado no LES e sua presença é um dos critérios da ACR ( American College of Reumatology) para o seu diagnóstico. Porém, não é específico, podendo ocorrer com baixos títulos na artrite reumatóide (AR), hepatite crônica ativa, lupus induzido por drogas, Síndrome de Sjogren, doença mista do tecido conjuntivo, miastenia gravis e infecções, como a esquistossomose e malária. São vários os métodos disponíveis para detectar os anticorpos anti-DNA, sendo a imunofluorescência em que se usa substrato de Crithidia luciliae a melhor, devido a rara ocorrência de reações falso-positivas. Níveis crescentes ou altos títulos de anticorpos anti- dsDNA associados a baixos níveis de complemento quase sempre significam exacerbação da doença ou doença em atividade. Entretanto, os títulos de anti-dsDNA podem permanecer elevados, mesmo com a remissão clínica da doença.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

(33) 9 8877-7788