DIMERO D [DIME-D]

DIHIDROTESTOSTERONA [DHT-RE]
Abril 29, 2018
DISMORFISMO ERITROCITARIO – PESQUISA [MH]
Abril 29, 2018
Ver todo o Blog

Exame [mnemônico]

DIMERO D [DIME-D]

Material [mnemônico]

SANGUE [S]

Condições

– Plasma (Citrato). – Não realizamos coleta domiciliar.

Tempo de jejum

Questionário

Comentários

Palavras chaves D-Dímero D Dímero Coleta – Centrifugar a amostra imediatamente após a coleta, em alta rotação (aproximadamente 3000 rpm) por 15 minutos. – Retirar o plasma cuidadosamente, deixando pequena quantidade no fundo do tubo, e transferir para tubo de plástico (tubo de transporte). – Congelar o plasma, imediatamente após a transferência para tubo. Comentários O Dímero D (DD) é um produto da degradação da fibrina pela plasmina. Sua determinação é útil no diagnóstico da trombose venosa profunda (TVP) e do tromboembolismo pulmonar (TEP). Nestes pacientes, a fibrinólise endógena leva a formação do DD, que é detectado uma hora após formação do trombo e permanece elevado em média 7 dias. Níveis elevados de DD tem sensibilidade superior a 90% na identificação de TEP, confirmada a cintilografia ou angiografia. Entretanto, devemos ressaltar sua baixa especificidade. Níveis elevados também são encontrados nas seguintes situações: infarto agudo do miocárdio, sepses, neoplasias, pós-operatórios (até 1 semana), coagulação intravascular disseminada, anemia falciforme, insuficiência cardíaca e pneumonias. Ressalta-se que as dosagens do DD sérico realizadas por imunoensaios apresentam maior sensibilidade que os testes de látex.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

(33) 9 8877-7788