COBRE [COBRE]

COBALTO [COBA]
Abril 28, 2018
COCAINA – TESTE DE TRIAGEM [COC]
Abril 28, 2018
Ver todo o Blog

Exame [mnemônico]

COBRE [COBRE]

Material [mnemônico]

URINA DE 24 HORAS [U-24]

Condições

– Urina de 24 horas.

Tempo de jejum

Questionário

– Se criança até 10 anos, informar peso e altura. – Informar: . Se há suspeita da Doença de Wilson. . Se é exposto ocupacionalmente. . Se faz uso de algum medicamento.

Comentários

Instruções – Não colher em local de trabalho. – Retirar a roupa ou uniforme contaminado antes da coleta. – Lavar as mãos e genitália antes de cada coleta. – Não fazer esforço físico durante a coleta. – O cliente deve manter sua rotina diária. – Não é necessário aumentar a ingestão de líquidos, exceto sob orientação médica. Comentários O cobre sérico é utilizado juntamente com o cobre urinário e a ceruloplasmina no diagnóstico da Doença de Wilson, na monitorização de pacientes em nutrição parenteral total ou enteral, no diagnóstico diferencial da cirrose biliar primária, da colangite esclerosante primária e na avaliação da deficiência ou intoxicação por cobre. Cobre sérico alto e ceruloplasmina alta são encontrados na intoxicação por cobre, cirrose biliar primária e colangite esclerosante primária. Cobre sérico baixo é encontrado na Doença de Wilson, desnutrição e Doença de Menkes (doença de herança recessiva, ligada ao cromossomo X). Uso de estrógenos também eleva a ceruloplasmina e o cobre sérico, como observado em pacientes em uso de anticoncepcionais orais e grávidas. O cobre sérico se eleva durante o uso de ácido valpróico, carbamazepina, fenobarbital e fenitoína. Pode ser baixo nas situações de hipoproteinemia (síndrome nefrótica, má-absorção, desnutrição). No caso de avaliação ocupacional, a interpretação dos resultados fica a critério médico, já que não está determinado o Índice Biológico Máximo Permitido (IBMP), pela NR-7.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

(33) 9 8877-7788