CHLAMYDIA TRACHOMATIS IgM, ANTICORPOS ANTI [CHLA-M]

CHLAMYDIA TRACHOMATIS IgG QUANTITATIVO [CTG-QT]
Abril 28, 2018
CHLAMYDIA TRACHOMATIS-NEISSERIA GONORRHOEAE (PCR) [PCRC]
Abril 28, 2018
Ver todo o Blog

Exame [mnemônico]

CHLAMYDIA TRACHOMATIS IgM, ANTICORPOS ANTI [CHLA-M]

Material [mnemônico]

SANGUE [S]

Condições

– Soro.

Tempo de jejum

– Jejum obrigatório de 8 horas. – Intervalo entre mamadas para lactentes.

Questionário

Comentários

Palavras chaves Linfogranuloma Chlamydia trachomatis (Quantitativo) Chlamidia Clamidia Comentários Testes sorológicos não são usados rotineiramente, de forma isolada, no diagnóstico de infecções genitais pela C.trachomatis em adultos, tendo maior utilidade em neonatos, pacientes com quadros sistêmicos e em inquéritos epidemiológicos. A sorologia não é útil para controle de cura da infecção. IgM anti-Chlamydia trachomatis não é um marcador fidedigno, de infecção aguda, uma vez que frequentemente está ausente, pois pacientes geralmente já tiveram infecções passadas por outras espécies de clamídias. É útil no diagnóstico da pneumonia por C. trachomatis em neonatos, onde está presente em quase 100% dos casos e no Linfogranuloma venéreo, por se tratar de doença sistêmica. Mulheres com infecções genitais altas (endometrite, salpingite) tendem a títulos mais elevados de anticorpos. Falsos-positivos para fator reumatóide e reações cruzadas com C.pneumoniae são descritos. Em quadros de infecção urogenital por C.trachomatis, IgM apresenta sensibilidade de 19%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

(33) 9 8877-7788