C-TELOPEPTIDEO – CTX-I [CTX]

BAAR – AURAMINA [BAAR-A]
Abril 14, 2018
DEHIDROEPIANDROSTERONA [DHE]
Abril 14, 2018
Ver todo o Blog

Exame [mnemônico]

Material [mnemônico]

SANGUE [S]

Condições

– Soro ou Plasma (EDTA).

Tempo de jejum

Questionário

Comentários

Palavras chaves C Telopeptideo, PDCO, CROSSLPAS, CTelopeptideo, Interligadores C Terminais, CTX, C-Telopeptideo Instruções – Colher preferencialmente no período da manhã. Comentários É um produto da degradação do colágeno, marcador da reabsorção óssea. O colágeno tipo I é sintetizado a partir de seu precursor (pró- colágeno tipo I) que contém extensões N e C-terminais. Após um processo complexo, o pró-colágeno é convertido a colágeno pela remoção enzimática dos N- e C- pró-peptídeos. Estes fragmentos são denominados telopeptídeos. Níveis elevados são encontrados em crianças, pacientes com osteoporose, osteomalácia, osteodistrofia renal, em uso de corticóide, Doença de Paget, hiperparatireoidismo e hipertireoidismo. É útil para monitorização da resposta ao tratamento. Bifosfonatos e estrógenos reduzem os níveis de telopeptídeos, após 3 meses de terapia adequada, em 30 a 40%. Níveis estão diminuídos em indivíduos com hipoparatireoidismo. Pico de excreção ocorre entre 5 e 8 horas, refletindo um aumento do turnover ósseo pela noite, com níveis mais baixos entre 14 e 23 horas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

(33) 9 8877-7788