e-mail

esqueceu a senha

resultado de exames

relação de exames

O Laboratório São Lourenço desenvolveu uma relação completa de procedimentos para você obter informações sobre seu exame, de como ele é realizado e instruções corretas de jejum e coleta (modificar o texto)

ANTICORPOS ANTI FILAGRINA / PROFILAGRINA [FILAGR]

Exame [mnemônico]

ANTICORPOS ANTI FILAGRINA / PROFILAGRINA [FILAGR]

Material [mnemônico]

SANGUE [S]

Condições

- Soro

Tempo de jejum

Questionário

Comentários

Palavras chaves Filagrina Profilagrina Anticorpos anti queratina Comentários Os anticorpos antifilagrina podem surgir precocemente no curso da artrite reumatóide (AR), quando freqüentemente ainda não apareceram fatores reumatóides. Na prática, fazem parte de um sistema de anticorpos dirigidos a resíduos citrulinados e podem ser detectados por três tipos de teste: imunofluorescência em esôfago de rato, imunofluorescência em células da mucosa oral, também chamado de antifator perinuclear (APF), e Elisa antipeptídeo citrulinado cíclico. A filagrina encontrada no esôfago de rato e em células da mucosa oral é rica em resíduos citrulinados. Convém ressaltar que um mesmo soro não necessariamente vai reagir nos três testes porque cada um dos substratos utilizados apresenta um conjunto de epítopos parcialmente exclusivos. Assim, os auto-anticorpos de um determinado soro podem reconhecer epítopos peculiares a apenas um ou dois desses substratos. Os anticorpos antifilagrina estão presentes em cerca de 70% dos portadores de AR. Quando pesquisados por imunofluorescência indireta em corte de esôfago de rato, têm sensibilidade de 45% e especificidade próxima a 100% para a detecção da doença. Quando pesquisados em células da mucosa oral (APF) , são encontrados em cerca de 75% dos indivíduos com AR e apresentam especificidade de cerca de 85% para a pesquisa dessa enfermidade. Já os títulos de APF acima de 1/40 possuem especificidade próxima a 100%