e-mail

esqueceu a senha

resultado de exames

relação de exames

O Laboratório São Lourenço desenvolveu uma relação completa de procedimentos para você obter informações sobre seu exame, de como ele é realizado e instruções corretas de jejum e coleta (modificar o texto)

17 ALFA HIDROXIPROGESTERONA NEONATAL [17-PGN]

Exame [mnemônico]

17 ALFA HIDROXIPROGESTERONA NEONATAL [17-PGN]

Material [mnemônico]

SANGUE [S]

Condições

- Círculos de sangue (separados) em papel filtro saturado nos dois lados do papel.

Tempo de jejum

Questionário

Comentários

Palavras chaves 17 PG Neo natal 17 OH Progesterona Neo-natal 17 Hidroxi Progesterona Neo natal 17 OHP Teste do pezinho Hiperplasia Adrenal Congênita (HAC) Instruções - Colher preferentemente do 3º ao 30º dia após o nascimento e, no máximo, até o 90º dia. - Colher antes do 3º dia de vida apenas caso exista solicitação médica. - Caso o recém-nascido tenha recebido transfusão sanguínea, o tempo ideal para a coleta deste exame não está bem estabelecido e deve-se colher conforme a orientação médica. Coleta - Colher sempre na lateral do pezinho para evitar risco de osteomielite. - Fazer a anti-sepsia do pezinho com álcool 70% e deixar secar completamente. - Retire os lacres de proteção de papel, para expor os círculos de papel filtro que serão utilizados para depositar as gotas de sangue. - Puncionar a lateral do pezinho com lanceta descartável. Desprezar a primeira gota de sangue e deixar formar uma gota grande. Encostar o cartão na gota de sangue e aguardar sua completa absorção , embebendo o círculo do papel filtro nos dois lados (não tem problema se o sangue sair um pouco da área do círculo). - Deixar secar a gota de sangue completamente e naturalmente, na posição horizontal em temperatura ambiente (não usar nenhum artifício como secador ou estufa para secar o papel). - Após secagem da amostra em papel filtro, acondicionar em saco plástico para transporte. Comentários Usada para triagem da Hiperplasia Adrenal Congênita (HAC) no Teste do Pezinho. A HAC apresenta um amplo espectro de incidência variando com o deficit enzimático específico. Cerca de 90 a 95% dos casos de HAC são devidos à deficiência da enzima 21-hidroxilase (21-OH), o que acarreta níveis elevados de 17 alfa-hidroxiprogesterona (17-OHP). Incidência no Brasil: 1:7500 nascidos vivos. O objetivo primordial da triagem é a detecção da forma clássica perdedora de sal. A possibilidade de encontrarmos valores falso-positivos ocorre principalmente em prematuros, recém-nascidos com baixo peso ao nascer e em crianças com doenças intercorrentes. A qualidade da coleta pode interferir nos resultados. A possibilidade de falso-negativo deve sempre ser considerada devido ao espectro clinico-laboratorial da HAC, sendo mais frequente em amostras colhidas nas primeiras 24 horas de vida. A Academia Americana de Pediatria sugere que o teste deva ser coletado até o 7º dia de vida da criança. Para os valores de referência atualmente utilizados, a sensibilidade desse teste é próxima a 100% com a especificidade maior que 99%.